Trabalhos

ALÉM DO CATIVEIRO A CONGREGAÇÃO DE ESCRAVOS E SENHORES NA IRMANDADE DO GLORIOSO SÃO BENEDITO DA VILA DE MORRETES. SÉCULO XIX.

Autor: MsC Silvio Adriano Weber – 2009

Entre tantas pesquisas que atualmente foram produzidas no âmbito da historiografia das irmandades, esta talvez seja mais uma simples contribuição. Procurei enfatizar o processo de criação e fortalecimento da Irmandade do Glorioso São Benedito da Vila de Morretes, instituição que desenvolveu um interessante espaço de sociabilidade ao longo do século XIX, congregando o mundo livre e cativo. Ao contrário de muitas outras confrarias que em seus estatutos enfatizavam uma série de restrições ligadas à cor, condição e etnia, esta se caracterizava pela possibilidade de congregação de todo o tipo de gente, desde que católicos apostólicos romanos. Procurei seguir a trajetória de alguns cativos confrades, muitos viveram a experiência de serem “irmãos de espírito” dos seus senhores. Neste sentido as relações escravistas não deixaram de serem tensas, como era típico daquela sociedade, mas se tornaram próximas, complexas e muito mais negociadas. Com certeza esta não é a primeira pesquisa que trata da congregação de senhores e escravos no interior de uma irmandade, mas procurei dar maior fôlego a esta discussão, sempre com a ousada expectativa de contribuir com o desenvolvimento dos estudos da escravidão no Paraná.