Matinhos

História

Entre Caiobá e Pontal do Sul, a praia arenosa é interrompida, por algumas dezenas de metros, por um costão rochoso de altura insignificante. Nesse local, quem viajava de Paranaguá a Guaratuba pela orla marinha era obrigado a deixar a praia e atravessar um trecho de restinga de pouco mais de 100 metros, para então retornar à praia até chegar a Caiobá. Esse trecho arenoso de mata baixa (mata de restinga, rica em epífitas) era conhecido como Matinho (sem o “s”). Em suas imediações, ao norte, desaguava um pequeno rio, que recebia topônimo homônimo. Era o Rio Matinho, já referido em 1820 por Saint Hilaire, atualmente retificado e canalizado.
A designação de Matinho, usual naqueles tempos, encontra-se nos mapas antigos. Mais modernamente o nome foi alterado para Matinhos. Os primeiros vestígios da presença do homem na região foram encontrados no Sambaqui de Matinhos. Trata-se de remanescentes culturais de um povo que viveu no litoral do Paraná aproximadamente entre 3.000 e 5.000 anos passados, muito antes da presença do índio carijó.
Com a ocupação do território pelos portugueses, houve a miscigenação das culturas indígena e européia, que deu origem ao caboclo. Muito pouco se sabe a respeito da história da região de Matinhos e de seus primeiros povoadores, cujos descendentes aí viviam no início do estabelecimento dos balneários de Caiobá e Matinhos.
Isolados do resto do estado, os caboclos conservavam certos traços culturais herdados do indígena e do elemento lusitano. As enormes dificuldades de sobrevivência tornaram seu modo de vida extremamente simples, sem maiores preocupações artísticas com os utensílios do dia a dia, além daqueles de sua utilização prática.
Com o crescimento dos balneários, muitas tradições caboclas desapareceram como o estilo das casas, os aspectos da cozinha, o engenho de mandioca, etc. A tradição da pesca adaptou-se as novas exigências da comunidade. A canoa à remo e à vela foi substituída pela de motor 2 tempos.
Matinhos ficou sob a administração de Guaratuba até 31 de julho de 1938, quando o município homônimo foi extinto e anexado ao de Paranaguá. Ao ser restabelecido em11 de outubro de 1947, o Município de Guaratuba perdeu a região de Matinhos, que ficou no território pananguara. No dia 12 de junho de 1967 foi promulgada a lei de emancipação do Município de Matinhos, que foi formalmente instalado em 19 de dezembro de 1968.
A paisagem do Município de Matinhos é diversificada, compreendendo parte do maciço montanhoso da Serra da Prata e amplas áreas da planície costeira da Praia de Leste. Cada conjunto apresenta características próprias do ponto de vista geográfico, geológico e dos recursos naturais renováveis e não renováveis.
Fonte: http://www.matinhos.pr.gov.br/prefeitura/dados.php - 11/2/2011 - 17h44min.

  • Caiobá - Praia Mansa - 1952 - visto do barco
  • Caiobá - Praia mansa - redes de pescadores - visto do barco
  • Mercado Municipal de Peixes
  • Igrejinha São Pedro
  • Praia
  • Praia
  • Praia